Tradutores

Arquivos

Seguidores

Blog Biosani - Design: Farley. Tecnologia do Blogger.

10 Dicas para Evitar o Câncer

Postado por Biosani quarta-feira, 10 de novembro de 2010 0 comentários


Quem nunca teve medo do Bicho-Papão ou da Cuca quando era criança? Crescemos e passamos a acreditar que estas criaturas assustadoras eram frutos da imaginação... mas estávamos errados. O Bicho-Papão da idade adulta é bem palpável e atende pelo nome de... Câncer.

Você pensou ‘Imposto de Renda'? Não, não, é Câncer mesmo.

Estimativas feitas na década de 1980 pelos respeitados epidemiologistas ingleses, os Drs. Richard Doll e Richard Peto, mostraram que o fumo e a dieta respondem cada um por 30 a 35% do risco de uma pessoa ter câncer. Isso significa que simplesmente escolher hábitos de vida mais saudáveis pode reduzir em até 70% suas chances de desenvolver um tumor maligno. Partindo desta premissa e c om base nas evidências científicas mais recentes, relacionei as 10 dicas mais comprovadamente eficazes para evitar o Câncer:

1. FAÇA EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS. O Câncer no testículo é mais comum em homens entre os 15-35 anos de idade. Após os 40 anos, o problema pode ir para a próstata, os pulmões e o intestino grosso. Mulheres em idade fértil devem fazer o preventivo ginecológico a cada 12 meses, e, a partir dos 50 anos de idade, devem incluir mamografias também e...

Em resumo: facilite sua vida e não fique tentando descobrir sozinho(a) o que pode dar errado. Conte com seu médico para saber os tipos de exames preventivos que devem ser feitos. Estes exames podem variar de acordo com a presença de alguns fatores de risco específicos da sua família.

A avaliação médica periódica também é importante para checar a presença de infecção pelo HPV, ou Papilomavírus Humano. Este micróbio, transmitido pelo contato sexual, pode levar ao desenvolvimento de câncer no útero ou no pênis.

2. CUIDADO COM SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS POTENCIALMENTE DANOSAS. Produtos químicos contidos em alguns pesticidas e sprays podem aumentar o risco para câncer. Alimentos industrializados ou muito processados também podem ser perigosos.

O próprio ambiente de trabalho pode oferecer risco: a exposição repetida e prolongada a gasolina, diesel, arsênico, berílio, cloreto de vinil, cromados, gás mostarda e certos éteres pode resultar em vários tipos de câncer.

3. NÃO FUME.

E por falar em substâncias químicas perigosas... Fumar é a causa número 1 de várias doenças evitáveis, tais como câncer nos pulmões, infecções das vias respiratórias, problemas cardíacos, desentendimentos na praça de alimentação do shopping, e 342.112 outros distúrbios.

Eu sei que você não vai fumar para sempre, porém, quanto mais fumar, mais vai estar perto do “para sempre”. Faça todo esforço possível para largar o cigarro – e passe esta iniciativa adiante.


4. NÃO CONSUMA BEBIDAS ALCOÓLICAS EM EXCESSO.

O consumo regular de bebidas alcoólicas (mais de duas doses por dia, todos os dias) aumenta o risco para cânceres na cavidade oral, na garganta e no esôfago. Acredita-se isto esteja relacionado à deficiência de vários nutrientes.

5. MANTENHA-SE NA FAIXA DE PESO IDEAL.

A Obesidade aumenta o risco para câncer nas mamas, no intestino grosso e na próstata – isso se a pessoa não sofrer um infarto ou derrame antes. A Obesidade é uma doença e deve ser tratada não com descaso ou preguiça, mas com força de vontade e amor próprio. Você foi o espermatozóide mais rápido e esperto daquela noite! Faça valer a diferença!

6. LEVE UMA ALIMENTAÇAO RICA EM NUTRIENTES E POBRE EM CALORIAS. Vários estudos indicam que dietas pobres em fibras e ricas em gorduras aumentam o risco para câncer no intestino grosso, na próstata, nas mamas, nos ovários e no útero. Defumados e picles também aumentam seu risco. Dê preferência para frutas, legumes, cereais integrais e peixes.

Eu adoro um churrasco e confesso que fiquei um pouco (‘um pouco' é mentira, mas me dê algum crédito, ok?) assustado quando pesquisas realizadas pelo National Cancer Institute mostraram que o cozimento de carne vermelha é capaz de produzir mais de 17 tipos diferentes de Aminas Heterocíclicas – todas elas potencialmente causadoras de câncer. Pessoas que comem carne vermelha bem-passada mais de 4 vezes por semana possuem um risco até 3 vezes maior para câncer no estômago.

Para meu alívio, os cientistas também descobriram que pré-cozinhar as carnes no forno microondas por 2 minutos, antes de levá-las ao fogo, é capaz de reduzir em 90% o conteúdo de Aminas Heterocíclicas. Esta é uma boa maneira de manter as carnes na sua dieta (pois elas são uma fonte importante de nutrientes), ao mesmo tempo em que você reduz a concentração de substâncias nocivas.

7. USE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS.

Frutas, vegetais e cereais integrais ricos em carotenóides, vitamina A e vitamina C ajudam a proteger contra cânceres nos pulmões, no intestino grosso, nas mamas, na cavidade oral, no esôfago, no estômago, no pâncreas, no colo do útero e nos ovários.

Os Carotenóides são encontrados em vegetais e frutas de cor amarela ou alaranjada (p.ex.: cenouras e batata doce) e vegetais folhosos de cor verde escura (p.ex.: brócolis e espinafre). Os cientistas descobriram que os Carotenóides são capazes de reduzir a incidência de câncer no pulmão até mesmo em pessoas fumantes. É óbvio que parar de fumar é a principal medida para evitar o câncer no pulmão, mas mesmo entre os fumantes, aqueles que apresentam baixas concentrações de carotenóides no organismo possuem um risco maior.

8. PRATIQUE EXERCÍCIOS REGULARMENTE.

Os exercícios melhoram a oxigenação dos órgãos e tecidos, removem radicais livres e ajudam a manter o peso ideal, além de promoverem um bem estar tremendo, graças à liberação de endorfinas e outros neurotransmissores ‘do bem'.

9. APRENDA A LIDAR COM O ESTRESSE.

“Será que não tem nada fácil nessa lista?”, você deve estar pensando. Passar pelo médico periodicamente, não comer, não fumar, não beber, fazer exercícios e ainda aprender a lidar com o estresse!!?? Como !!!!!!!?????? @@$%)E*&/#]+!

Calma, calma. A fúria e a ansiedade diminuem a eficácia do Sistema Imune, o guarda-costas do seu organismo. Entre outras coisas, ele gerencia uma célula chamada Natural Killer, responsável pela eliminação de qualquer foco potencialmente canceroso. O Estresse contínuo diminui o nível dessa proteção e abre caminho para uma série de doenças, inclusive o câncer.

Para reduzir o estresse, não tenha vergonha de experimentar uma massagem de verdade, uma sessão revigorante de ioga, meditação, tai-chi, etc. E faça sexo pelo menos algumas vezes por semana.

10. TENHA UMA ATITUDE POSITIVA.

Ei, diga a verdade: com essa dica do sexo, você já começou a ter uma atitude positiva! Tente mantê-la pelo resto do dia – mas guarde o sorrisinho quando estiver naquela reunião com seu chefe. “Uma atitude positiva” significa amar a vida que existe em você. Ela é um tesouro ÚNICO e lhe pertence acima de todas as coisas. Assim que você tomar consciência disso, verá como é simples seguir o que foi dito até aqui.

- Dr. Alessandro Loiola é médico, escritor, palestrante e autor de Vida e Saúde da Criança e Obesidade Infantil. Atualmente reside e clinica em Belo Horizonte, Minas Gerais

V Prêmio Saúde

Postado por Biosani quarta-feira, 25 de agosto de 2010 0 comentários

Quem deseja participar ainda tem tempo. Basta inscrever seus trabalhos até o dia 15 de setembro pelo site www.premiosaude.com.br. Dedicada aos profissionais de saúde de instituiçőes públicas, privadas ou ONGs, a premiaçăo reconhece campanhas de prevençăo, pesquisas clínicas e outras açőes. Esta quinta ediçăo conta com o patrocínio da Colgate, Protex e Liza. Promovido pela revista SAÚDE! da Editora Abril, o V Pręmio SAÚDE! tem sete categorias: Saúde do Coraçăo, Saúde Mental e Emocional, Saúde da Criança, Saúde da Mulher, Saúde do Homem, Saúde e Prevençăo e Saúde Bucal.

Inscrições dos trabalhos: até 15 de setembro de 2010 pelo site www.premiosaude.com.br
Quem participa: profissionais de saúde ligados a instituições públicas, privadas ou ONGs
Objetivo: valorizar, incentivar e divulgar campanhas de prevenção e educação, trabalhos clínicos ou da área cirúrgica e outras ações capazes de melhorar a saúde e a qualidade de vida dos brasileiros.

Cerimônia de premiação: dia 23 de novembro de 2010, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Não é de hoje que o estresse se transformou na doença do mundo moderno. O aumento do seu nível, principalmente nas grandes cidades, fez com que doenças como a síndrome do pânico e o TOC (transtorno obsessivo compulsivo) se tornassem cada vez mais comuns entre a população.

Muitos dos distúrbios ocasionados pelo estresse devem-se muito pela busca de perfeição e por desilusões amorosas. Essas patologias devem ser tratadas com profissionais especializados para que tenham o tratamento adequado.

Estudos recentes estimam que as pessoas que sofrem de alguma dessas patologias podem ter sua expectativa de vida reduzida em até 50%. Ou seja, a vida de uma pessoa que sofre de estresse pode ser reduzida pela metade!

Os médicos alertam que os problemas podem começar desde a infância. Eles devem ser diagnosticados pelos pais — que, ao menor sinal de alteração brusca de humor, devem procurar um especialista infantil.

O estresse pode ser evitado. Sabemos que é difícil, mas pequenas ações podem combater a chamada “doença do milênio”. Tente incorporar as dicas a seguir no seu dia-a-dia:
- Procure se importar menos com as coisas

- Alimente-se melhor

- Faça exercícios físicos periodicamente

- Cobre-se menos e tente não ser tão crítica consigo mesma

- Acredite mais em você

- Faça algum tipo de tratamento relaxante durante a semana (yoga, por exemplo)
O estresse envelhece e pode levar a vários distúrbios e transtornos. Procure não se estressar e seja muito mais saudável.

Pouca Interação Social é tão prejudicial quanto Obesidade, Fumo e Inatividade.


Um novo estudo Americano sugere que as interações sociais sejam consideradas um fator importante quando falamos de longevidade. É revelado que pouca interação social é tão prejudicial quanto alcoolismo e tabagismo, tem um impacto maior do que a falta de exercício e é duas vezes pior do que obesidade.

A idéia de que a falta de interação social é um fator de risco para saúde ainda não é propriamente reconhecido pelas organizações de saúde e pelo público em geral. No entanto, autores da pesquisa acreditam que relações sociais devam ser adicionadas a lista de fatores que impactam nas chances da pessoa viver ou morrer.

O estudo examinou a freqüência de interações humanas e acompanhou a saúde de seus participantes por um período de sete anos e meio. Se o estudo também tivesse contemplado a qualidade dos relacionamentos os autores acreditam que o impacto na probabilidade de viver poderia ser maior que 50%.

Nós, seres humanos, somos animais sociais, no entanto vivemos cada vez mais sozinhos. As pessoas vivem longe das famílias, muitas vezes em outro estado ou até fora do país. Adiamos ter filhos e por aí vai...


Infelizmente, a falta de informação continua sendo um dos fatores que mais contribuem para o crescimento do número de mortes em decorrência de doenças cardiovasculares no mundo.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) adverte que 50% dos ataques cardíacos poderiam ser evitados se os níveis de colesterol estivessem controlados. Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) detectou que, somente no Brasil, as doenças cardiovasculares matam 300 mil pessoas por ano e estima um aumento de 250% nos casos até 2040.

Silencioso, em sua fase inicial o aumento do colesterol não apresenta sintomas. Mas, sabe-se que algumas pessoas são mais suscetíveis à doença, entre elas: os obesos, diabéticos e aqueles com forte carga genética para alteração metabólica do colesterol. Não só para estes, mas para todas as pessoas é importante ficar atento e buscar se alimentar de forma adequada.

É fundamental ter uma dieta balanceada, pois o colesterol está presente principalmente nos alimentos de origem animal e se consumido em exagero pode comprometer a saúde. Outros nutrientes também devem ser ingeridos com cautela, como as gorduras saturadas e gordura trans.

É recomendo uma dieta com frutas, verduras, peixes, frango e carnes magras ou grelhadas. Por outro lado, a alimentação não é a única forma de se controlar o colesterol: também é preciso que as pessoas insiram a atividade física em suas rotinas diárias, já que a prática de exercícios interfere positivamente na diminuição dos níveis de colesterol.

Em outras palavras, manter uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos, deixar o vício do tabaco, ou até mesmo, controlar outras doenças – como, por exemplo, a diabetes e a hipertensão arterial, é o segredo para evitar o colesterol alto e para ter uma boa qualidade de vida. Os exercícios ajudam não só na redução de peso e medidas, mas, também, na prevenção e controle de diversas doenças, como colesterol alto, hipertensão e diabetes.

Busca na Web

Carregando...

Previsão

Vote e Concorra

Parceiros

A Empresa

Minha foto
Arapoti, Paraná, Brazil
Industria e Comércio de Produtos Médicos e Odontológicos Ltda.

Divulgue